Garantir um ambiente de trabalho saudável e seguro e promover uma cultura de prevenção de acidentes são prioridades em nossas operações. Identificamos e avaliamos aspectos, impactos, perigos e riscos, eliminando-os, sempre que possível. Também asseguramos os recursos necessários para prevenção e rápida resposta a emergências e crises, alinhados às melhores práticas do setor. Nosso compromisso inclui o estímulo à consulta e à participação dos colaboradores e das partes interessadas em questões de saúde, segurança e sustentabilidade.

Prevenção de acidentes

A promoção da cultura de prevenção de acidentes inclui a identificação, análise e avaliação de riscos, além do reporte proativo de desvios operacionais e comportamentais, com aprendizados a partir da investigação das causas de ocorrências. Nossos processos de SSO abrangem:

Gestão de contratadas

Buscamos promover o desenvolvimento de nossos parceiros para que eles alcancem altos padrões de desempenho e maturidade em cultura de segurança. Entre os processos de gestão de contratadas destacam-se:

Manual de Gestão do contrato de Operação e Manutenção;

Manual de Gestão de Contratadas;

Requisitos de QSMS para contratadas;

Regras e Regulamentos para contratadas;

Gestão por meio da API 2220;

Programa de Reconhecimento de SSO de Contratadas, premiado na distinção bronze no Prêmio Proteção Brasil de 2022.

Gestão de emergências e crises

Mantemos estrutura de gestão de emergências e crises baseada na metodologia do Incident Command System (ICS), com abordagem padronizada para comando, controle e coordenação de resposta a emergências e crises, além de hierarquia que define responsabilidades específicas. A metodologia do ICS prevê duas fases:
1

Proativa

Fase de gestão da emergência, acionada quando há necessidade de planos adicionais para controle, resposta e gerenciamento de crise. Pode implicar no acionamento do Comitê de Gestão de Crises.
2

Reativa

Fase na qual nossos Planos de Controle de Emergência (PCE), Plano de Emergência Individual (PEI), Plano de Auxílio Mútuo (PAM) e Plano de Área são ativados e executados.
A gestão engloba recursos humanos e materiais compartilhados no Terminal 1, como sala de emergência, profissionais de saúde, socorristas, bombeiros, ambulâncias, caminhão e bomba tanque para combate a incêndios, sistemas para resgate em altura, espaço confinado e encarceramento, entre outros.

Desde 2018, mantemos também um plano anual de treinamentos para gestão de competência, com conteúdo teórico, prático e mentorias, além de simulados funcionais e de mobilização de recursos para testar e praticar as habilidades desenvolvidas. Nossa gestão de emergências e crises é amparada ainda por planos e normas e qualificada pela Base de Prontidão de Atendimento a Emergências.
Plano de Controle de Emergências (PCE)
Estabelece a sistemática dos procedimentos de prevenção a serem adotados em emergências ambientais, de saúde e segurança.
Plano de Emergência Individual (PEI)
Institui as ações para eventuais situações emergenciais de vazamentos de óleo no terminal com potencial de afetar a integridade física das pessoas, causar danos ao nosso patrimônio e/ou de terceiros ou gerar impactos ambientais, conforme requisitos estabelecidos na Resolução Conama 398/08
Plano de Contingência Covid-19
Estabelece medidas e procedimentos para prevenção, controle e resposta a emergências relacionadas à Covid-19, com foco na proteção dos colaboradores e da comunidade.
Plano de Auxílio Mútuo (PAM)
Integra os planos de controle de emergências das empresas instaladas no Porto do Açu, com ações conjuntas de preparação e resposta a incidentes. Visa fornecer recursos humanos e materiais para suprir ou melhorar a eficiência da capacidade de resposta individual das empresas integrantes.

Clique e acesse o Plano de Auxílio Mútuo (PAM)
Plano de Área do Porto do Açu (PAPA)
Coordenado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), prevê a participação integrada de todos os terminais em operação no Porto do Açu para atendimento a emergências de óleo no mar, além de instituições de interesse, como Marinha do Brasil, Defesa Civil e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). É ainda integrado ao Plano Nacional de Contingência.
Norma de Gestão de Crises
Estabelece as responsabilidades e regras para assegurar uma gestão de crises adequada e padronizada, definindo diretrizes para situações que possam ameaçar ou afetar nossos negócios.
Base de Prontidão de Atendimento a Emergências (BPAE)
Base própria, com estrutura de cercos preventivos nas operações de transbordo entre navios e resposta à emergência de derramamento de óleo nas nossas áreas internas e externas. A base funciona ininterruptamente (24 horas por dia e 7 dias por semana), com recursos dedicados de profissionais, instalações e equipamentos.

Gestão de riscos ocupacionais e de processo

Mantemos planos, programas e procedimentos para identificação, análise e avaliação dos riscos ocupacionais mapeados em nosso negócio, bem como diretrizes para a eliminação ou mitigação das fontes de riscos. Destacam-se:
  • Investigação e Análise de Acidentes e Incidentes;
  • Procedimento de Gerenciamento de Riscos Operacionais e Aspectos Ambientais;
  • Avaliações de riscos ambientais para monitoramento contínuo de agentes aos quais nossos colaboradores possam estar expostos;
  • Compromisso da liderança e abordagem comportamental;
  • Gestão de mudanças.

Gestão de treinamentos

Para desenvolver habilidades e competências de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional (SSO) nos colaboradores, com base em requisitos legais e treinamentos operacionais, promovemos capacitações principalmente sobre:
  • Normas Regulamentadoras;
  • Políticas, normas, planos, programas e procedimentos internos.

SAÚDE E BEM-ESTAR

Visamos garantir a satisfação e o bem-estar dos colaboradores por meio de um ambiente de trabalho saudável, diverso, justo e inclusivo. Nesse propósito, a gestão da saúde ocupacional tem foco na prevenção e no controle dos acidentes de trabalho e doenças e engloba os seguintes processos:

Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO)
Com a identificação, análise e avaliação dos riscos ocupacionais, nosso médico do trabalho determina, por meio do PCMSO, os controles médicos preventivos necessários para garantir o rastreio e a detecção precoce de quaisquer agravos à saúde relacionados ao trabalho.
Ergonomia Ocupacional
Engloba o controle ergonômico nos âmbitos físico, cognitivo e organizacional, com monitoramentos e ações periódicas para proteger a saúde e o bem-estar dos colaboradores.
Qualidade de Vida
Visa disponibilizar ferramentas e recursos necessários para a saúde e o bem-estar dos nossos colaboradores, com cuidados físico, emocional e social. Entre as ações estão sessões de terapia (Psicologia Viva) e estímulo à prática de esportes (Gympass).
Prevenção à Covid-19
Estabelece medidas e procedimentos para a prevenção e o controle da propagação da Covid-19. Durante a pandemia, englobou ações como o Plano de Contingência Covid-19; Norma de Trabalho Virtual; fornecimento de teste diagnóstico no domicílio do colaborador; teleconsulta com médicos; plano para retorno das atividades no escritório; Regras de Ouro para prevenção à Covid-19; premissas e fases de retorno; e treinamentos e comunicação.