Vast Infraestrutura e Wilson Sons inauguram novo atracadouro de rebocadores no Porto do Açu

Estrutura permite atracação simultânea de até quatro rebocadores e conta com pontos de fornecimento de energia elétrica para as embarcações

A Vast Infraestrutura e a Wilson Sons inauguraram na última sexta-feira, 3 de maio, um atracadouro eletrificado no Terminal da Vast (T-Oil), no Porto do Açu, no Rio de Janeiro. A estrutura permite a atracação simultânea de até quatro rebocadores, com fornecimento de energia de terra (Onshore Power Supply).

Com a instalação do novo atracadouro, os rebocadores consumirão menos combustível quando estiverem em stand-by, já que estarão conectados à fonte de suprimento de energia. Com a medida, a Vast estima reduzir cerca de 7,6% das emissões de carbono do escopo 3.

Além disso, será possível realizar as trocas de tripulação no atracadouro, que está localizado em área totalmente abrigada, o que aumenta a segurança da operação. A iniciativa é parte de uma das trilhas de descarbonização da Vast, que desenhou um roadmap de longo prazo para o suprimento de energia de terra no Terminal, com previsão de estudos para extensão futura do fornecimento para os sistemas auxiliares de embarcações maiores, como barcos de apoio e navios petroleiros. 

“O projeto faz parte da nossa jornada para consolidar o T-Oil como um terminal de menor intensidade de emissões de carbono. O fato de realizarmos esse projeto em parceria com a Wilson Sons demonstra nosso empenho em sermos parceiros estratégicos para a descarbonização da cadeia logística de nossos clientes e fornecedores”, diz Victor Snabaitis Bomfim, CEO da Vast.

A estrutura vai aumentar também a disponibilidade dos rebocadores e a eficiência operacional por permitir a permanência dos barcos no Terminal 1 (T1) do Porto do Açu, onde fica o T-Oil.

“O uso de energia de terra por nossos rebocadores, nos períodos em que aguardamos pela próxima manobra a ser realizada, garante, em média, 20% de redução das emissões totais de gases de efeito estufa de escopo 1 das nossas operações, podendo chegar a 60% em algumas localidades com menor volume operacional. Trata-se da principal medida de eficiência da nossa agenda de descarbonização, em 2024, que conseguimos promover com uma simples instalação de infraestrutura para fornecimento de energia elétrica, em pontos de atracação nos locais onde operamos. A parceria com a Vast reforça nosso compromisso estratégico voltado para a sustentabilidade”, destaca Márcio Castro, diretor-executivo da divisão Rebocadores da Wilson Sons.

Além da infraestrutura para suprimento de eletricidade, o atracadouro no Porto do Açu conta com quatro cabeços (25T SWL – Safe Working Load ou Carga Máxima de Trabalho) com reforço estrutural nos caixões, defensas pneumáticas (tipo Yokohama; Ø2,5m) e escada de acesso ao píer com infra adequada para atendimento ISPS CODE (Código Internacional para Segurança de Navios e Instalações Portuárias) e RFB (Receita Federal do Brasil).

Outras iniciativas

Companhia líder no mercado de transbordo para exportação de petróleo no Brasil, a Vast realiza em seu terminal diversas iniciativas que têm como finalidade contribuir com a descarbonização do setor marítimo. Desde o início de suas operações, a empresa realiza balanço de vapores entre embarcações em todas as operações de transbordo de petróleo, o que evita a liberação de cerca de 90% de gases à atmosfera.

Ainda nesse sentido, a empresa avança na implantação do Terminal de Líquidos do Açu (TLA), cuja estrutura poderá ser utilizada por parceiros de negócios para o desenvolvimento de oportunidades relacionadas à adição de biocomponentes aos combustíveis de origem fóssil utilizados no transporte marítimo. O objetivo é consolidar o TLA como um hub de suprimento de combustíveis líquidos de baixa intensidade de carbono. 

Como reconhecimento por suas medidas voltadas para a descarbonização, a Vast conquistou, pelo segundo ano consecutivo, o Selo Ouro da GHG Protocol pela verificação de seu Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), que incluem também as emissões de escopo 3.

Vast Infraestrutura completa 800 operações

No último domingo, dia 31/03, a Vast Infraestrutura completou 800 operações de transbordo de petróleo realizadas em seu terminal, o T-Oil, no Porto do Açu.

A operação com que este marco foi alcançado envolveu um navio Suezmax e um VLCC, movimentando cerca de 1 milhão de barris de petróleo.

A conquista, atingida apenas 5 meses após o marco das 700 operações, em outubro de 2023, demonstra todo o crescimento, robustez e excelência operacional da empresa, bem como a confiança do mercado em seus serviços de alta qualidade, segurança e confiabilidade.

default

Vast Infraestrutura na campanha “Verão Sem Acidentes”

Pelo quinto ano consecutivo, a Vast Infraestrutura foi uma das parceiras na campanha “Verão Sem Acidentes”, realizada pela Porto do Açu e finalizada no último mês de março. São parceiras também outras oito empresas do complexo portuário: GNA – Gás Natural Açu, Ferroport, DOME Serviços Integrados, TechnipFMC, Anglo American, OceanPact Serviços Marítimos, Brasil Port Logística Offshore e Estaleiro Naval LTDA. e Sunset.

A campanha levou vários colaboradores das empresas às vias do Porto do Açu e de acesso a ele, num trabalho de alerta para a necessidade de comportamentos mais responsáveis no trânsito, tanto nos deslocamentos diários, quanto no período de férias.

Ao todo, cerca de 4 mil motoristas foram abordados durante as ações de blitz, nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro.

Vast Infraestrutura realiza Premiação de SSO de Contratadas

Em março, a Vast Infraestrutura realizou sua cerimônia anual de Premiação das Melhores Performances de Segurança e Saúde Ocupacional (SSO) de Contratadas, evento que tem como objetivo engajar as pessoas na melhoria contínua da cultura de segurança e premiar as 3 empresas parceiras que tenham apresentado o melhor desempenho nesse quesito em sua atuação no terminal de petróleo (T-Oil) da companhia.

Neste ano, as empresas premiadas foram Grupo Brasanitas, OceanPact Serviços Marítimos e Digital Tecnologia e Segurança. O evento aconteceu no Hotel do Açu, no Porto do Açu, em São João da Barra, e foi transmitido para os colaboradores, parceiros e clientes.

A classificação final ficou:
1º lugar – Grupo Brasanitas, com a pontuação máxima de 100 pontos
2º lugar – OceanPact Serviços Marítimos, com 99 pontos
3º lugar – Digital Tecnologia e Segurança, com 94 pontos

Vast Infraestrutura é destaque no Desempenho Aquaviário 2023

A Vast Infraestrutura foi um dos destaques do Desempenho Aquaviário 2023, divulgado esse mês pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ).

De acordo com os dados, a empresa ficou em 1º lugar no mercado de exportação de óleo bruto, movimentando 28,89 milhões de toneladas. Além disso, a Vast foi responsável por 51% da movimentação nos terminais que exportam petróleo no Brasil. Em relação a 2022, o número representa um crescimento de 34,5%, sendo o maior da categoria.

Já na movimentação total de óleo bruto, a empresa conquistou o 2º lugar, com um volume de 57,6 milhões de toneladas movimentadas e um crescimento de 32,9% em relação a 2022. Os números mostram ainda que o terminal de petróleo da Vast, o T-Oil, movimenta 69% de toda a carga do Porto do Açu, 2º maior porto do país.

Os dados demonstram o crescimento e a robustez que a Vast vem alcançando no mercado, bem como a confiança que os parceiros depositam na empresa.

Vast Infraestrutura realiza Caminhada de Filhotes ao Mar 2024

No dia 24/01, a Vast Infraestrutura promoveu a edição de 2024 da Caminhada de Filhotes ao Mar, iniciativa que faz parte do Programa de Monitoramento de Tartarugas Marinhas (PMTM), desenvolvido pela empresa e por outras companhias presentes no Porto do Açu.

A ação reuniu cerca de 65 pessoas, entre colaboradores da Vast e de empresas parceiras, na Reserva Caruara, com uma programação que incluiu, além da caminhada, uma visita à base do programa, onde foram apresentadas as principais informações sobre a tartaruga cabeçuda (caretta-caretta), seu ciclo reprodutivo e as ações de monitoramento e conservação desses animais.

Desde 2008, o PMTM atua na região com o objetivo de alinhar o desenvolvimento do Complexo do Açu à conservação da biodiversidade, monitorando 62km de praia, desde o Pontal de Atafona, em São João da Barra, até a Barra do Furado, em Campos dos Goytacazes. Ao todo, de lá para cá, o programa já liberou mais de 1 milhão de filhotes ao mar.

Vast Infraestrutura completa 1.500 dias de trabalho seguro

No dia 29 de janeiro, a Vast Infraestrutura celebrou 1.500 dias de trabalho seguro. O marco representa mais de 4 anos de operações eficientes e responsáveis, com uma atuação segura e preocupada com os cuidados às pessoas e ao meio ambiente.

Esse resultado é reflexo dos valores e práticas diárias da empresa, em que a Segurança é inegociável e a cultura de prevenção a acidentes, uma realidade.

Confira algumas das principais medidas de segurança adotadas pela Vast:

Vast Infraestrutura recebe DP NS Pioneer para sua 1ª operação

Em dezembro de 2023, a Vast Infraestrutura recebeu em seu terminal de petróleo (T-Oil), no Porto do Açu, o DP NS Pioneer, da CNOOC International, para sua 1ª operação de transbordo de petróleo.

O serviço, concluído com sucesso e em segurança pelas equipes que atuam no T-Oil, movimentou cerca de 1 milhão de barris de petróleo e representou um marco importante para a chinesa de óleo e gás, que esteve presente em visita ao terminal da Vast e pôde acompanhar a operação.

Assista abaixo ao vídeo da operação.

Projeto Aves do Açu promove ações educativas em São João da Barra

Ao final de sua temporada de 2023, o projeto Aves do Açu, iniciativa 100% voluntária da Vast Infraestrutura, deu novos passos importantes em sua atuação. O projeto, que tem como objetivo monitorar e preservar as aves da espécie trinta-réis que frequentam o terminal de petróleo da empresa, no Porto do Açu, promoveu duas ações de sensibilização na Reserva Caruara: o workshop “Os desafios do enfrentamento à Gripe Aviária (H5N1) em 2023 sobre diferentes óticas” e a exposição itinerante do Aves do Açu.

O workshop reuniu representantes das três esferas do governo, gestores de Unidades de Conservação, especialistas em aves silvestres e lideranças da comunidade local de São João da Barra para um debate sobre o impacto da influenza aviária no Brasil, em especial na região norte fluminense, criando uma importante troca de conhecimentos e contribuindo para o enfrentamento da emergência zoosanitária.

Já a exposição do projeto Aves do Açu teve como objetivo educar os visitantes quanto aos hábitos, comportamentos e ciclo reprodutivo dos trinta-réis, além de apresentar o projeto e seus importantes resultados.

Essas ações refletem as diretrizes da Política de Sustentabilidade da Vast e faz parte do compromisso da empresa com a região onde atua.

Vast Infraestrutura recebe VLCC New Aden no T-Oil

Em dezembro de 2023, a Vast Infraestrutura recebeu em seu terminal de petróleo (T-Oil), no Porto do Açu, o navio New Aden, um VLCC (Very Large Crude Carrier) que conta com um sistema adicional de propulsão.

Afretada pela CNOOC, chinesa do setor de óleo e gás e cliente da Vast, para realizar sua operação de transbordo de petróleo no T-Oil, a embarcação conta com motores movidos a combustível marítimo do tipo VLSFO (Very Low Sulfur Fuel Oil) e velas metálicas móveis e retráteis que auxiliam o navio a navegar com mais eficiência e, principalmente, com menor emissão de gases poluentes para a atmosfera, já que, segundo a empresa proprietária do VLCC, o uso das velas retráteis pode gerar uma economia de até 10% de combustível.

A operação com o New Aden no T-Oil movimentou cerca de 2 milhões de barris de petróleo e está em linha com os valores da Vast e com sua preocupação com o cuidado ao meio ambiente, princípios que a companhia busca também em suas parcerias.